Conheça 6 avanços da Inteligência Artificial


A tecnologia vem transformando muito a nossa forma de viver e se relacionar com o mundo à nossa volta. E ela ajuda em muito, não é mesmo? Se você precisa encontrar um endereço, por exemplo, basta usar o comando de voz no seu celular que uma ferramenta de inteligência artificial vai te ajudar!

E pensando em todos os avanços que a tecnologia ainda pode trazer para a humanidade, quero que você conheça agora 6 novos avanços da inteligência artificial.

1. Eles Expressam a Emoção

Está ficando cada vez mais difícil diferenciar robôs de humanos, e a cada nova atualização eles estão ficando inteligentes e sobre a aparência, esses robôs estão ficando assustadoramente parecidos com a figura humana. A textura da pele, o brilho dos olhos e os nossos movimentos.

Sobre as emoções os cientistas já estão trabalhando, alguns expert da Microsoft na Ásia estão desenvolvendo um programa de inteligência artificial que consiga conversar e se relacionar com outros de forma mais emotiva e humana.

Sophia, robô desenvolvida pela empresa Hanson Robotics, reage de formas diferentes a algumas ações, se ela não sabe a resposta de uma pergunta por exemplo, ela pode mentir, se for pega em flagrante ela é capaz de se sentir envergonhada.

Cientistas vêm tentando cada vez mais aperfeiçoá-la e espera-se no futuro conseguir colocá-la em um objeto físico criando assim uma robô de fato.

2. Entendem o Nosso Comportamento

Uma coisa é fato o Facebook é hoje a ferramenta social mais influente do mundo, nela podemos se relacionar, vender, comprar enfim compartilhar de tudo um pouco, essa interação já se tornou parte essencial da nossa rotina e acredite o Facebook vem usando a inteligência artificial para entender melhor como nós nos relacionamos dentro da plataforma aumentando assim a nossa participação lá dentro.

Bom nós não sabemos como isso vai nos influenciar no futuro, mas você já parou para pensar como a nossa vida está totalmente exposta na internet?

3. Ensinar O "Certo" e o "Errado"


Que os robôs podem ser mais resistentes que nós pobres humanos de carne e osso, agente já sabe. E prevendo que eles tomem conta do nosso planeta acabando com a nossa existência, cientistas vêm desenvolvendo novos métodos para ensinar essas máquinas o que é certo ou errado, o que se deve fazer ou não fazer.

O Professor Murray Shanahan da Imperial College de Londres, acredita que ensinar ética para um robô seja uma peça fundamental para nos prevenir da destruição em massa. E sabe como eles estão fazendo isso? lendo histórias aos robôs, legal né?

Esse método tenta ensina-los assim como ensinamos às nossas crianças através de historinhas para dormir.

4 Usar Robôs Como Armas

 

O pentágono conhecida como "Departamento de Defesa dos Estados Unidos" vem usando a inteligência artificial como forma de manter a supremacia militar dos Estados Unidos sobre outros países. Essa tecnologia avançada muito utilizada no vale do silício, surge como a solução para os militares americanos.

Usar a inteligência artificial durante as guerras poderia salvar muitas vidas, mas por outro lado essas armas de combate poderia operar por conta própria, o que representa uma grande ameaça não só aos inimigos mas também os militares e outros inocentes.

Em 2015 durante a conferência conjunta internacional sobre inteligência artificial na argentina, uma carta aberta foi assinada proibindo o desenvolvimento de armas autônomas e com inteligência artificial.

5 Robôs Estão Mudando os Relacionamentos Íntimos
  
 

A Robô Harmony é um dos assuntos mais procurados no mundo virtual, robô sexual criada pela empresa Robotix, garantem eles que Harmony será muito mais avançada em todos os sentidos.

6 Assumir nossas funções

Você sabia que só nos estados unidos, cerca de 250 mil robôs já executam trabalhos antes realizados por humanos? E esse número vem aumentando e muito a cada segundo.

Estudos da universidade de oxford sugerem que nos próximos 20 anos, 35 % da mão de obra humana do reino unido poderá ser substituída por robôs e inteligência artificial e os números possivelmente vão aumentar em escala global.

Mas e aí o que você acha disso tudo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trending